terça-feira, 24 de agosto de 2010

SEMINÁRIO "O DEBATE DA CONCENTRAÇÃO DA TERRA E OS IMPACTOS NA SOCIEDADE NO SÉCULO XXI"




É com imensa dedicação em busca de transformação social que o movimento estudantil da UNIOESTE/Toledo, ora organizados no Diretório Central dos Estudantes (D.C.E.) e no Centro Acadêmico de Ciências Sociais (CACS), assumiu a tarefa de aproximar à cidade de Toledo e Região a discussão sobre a concentração da terra, o agronegócio e os impactos dessa realidade ante os brasileiros e o mundo, seja no tocante à sustentabilidade ambiental, à segurança alimentar, à reforma agrária, à saúde dos trabalhadores, e mesmo na discussão da democracia e da justiça social.

Aproveitamos a mobilização nacional da Campanha pelo Limite da Propriedade da Terra: em defesa da reforma agrária e da soberania territorial e alimentar, para atuar na conscientização e mobilização da sociedade brasileira para incluir na Constituição Federal um novo inciso que limite (máximo) às propriedades rurais em 35 módulos fiscais.

Vale lembrar que mais de 70% dos alimentos produzidos para os brasileiros provém da agricultura camponesa, uma vez que a lógica do agronegócio tem como base a exportação, principalmente da soja, da cana-de-açúcar e do eucalipto. O Brasil tem a segunda maior concentração da propriedade fundiária do planeta. Porém, a maior parte das terras brasileiras concentram-se nas mãos de poucos proprietários que vendem a riqueza de nossa terra aos interesses do capital internacional, enquanto a menor porcentagem de terras atendem à gigante demanda da produção dos verdadeiros alimentos destinado à nossa alimentação. E essa lógica precisa ser mudada.

É nesse sentido que nos mobilizamos também, buscando aproximar ainda mais tal discussão, primeiramente como forma de esclarecimento, para depois, engajarmo-nos nessa luta que só tende a beneficiar o povo brasileiro. Assim, organizamos o seminário O DEBATE DA CONCENTRAÇÃO DA TERRA E OS IMPACTOS NA SOCIEDADE NO SÉCULO XXI, na qual, com o apoio de lutadores sociais, queremos dar nossa contribuição à construção da história de nosso povo.


Como o evento ocorrerá dentro do IX SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO DA UNIOESTE, teremos como público alvo todos aqueles relacionados à problemática da educação, bem como também de representação de vários segmentos organizados da região, pessoas envolvidas com a terra e a sociedade em geral.


O DEBATE DA CONCENTRAÇÃO DA TERRA E

OS IMPACTOS NA SOCIEDADE NO SÉCULO XXI

MESA DE DEBATES:

A sustentabilidade a partir da agroecologia

Marco Antônio Bilo Vieira - Eng. Agrônomo


O princípio da necessidade do limite da concentração da terra e a proposta de Reforma Agrária do MST

Araídes Duarte da Luz - Setor Comunicação Estadual do MST


Os impactos do agronegócio na saúde dos trabalhadores camponeses e operários

Elcir Zen - Acadêmico de Direito da UNIVEL




Local: Mini-auditório da UNIOESTE/Campus de Toledo

Rua da Faculdade, 645 – Jardim Santa Maria – Toledo - PR

Data: 27/08/2010 (sexta-feira)

Horário: 20h00

Transmissão ao vivo pela internet (www.unioeste.br/kula)

Contato: dcetoledo@gmail.com ou 45 9949-1029

ORGANIZAÇÃO

COMITÊ ESTUDANTIL DE TOLEDO – PLEBISCITO PELO LIMITE DA TERRA

DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES DA UNIOESTE (DCE)

CENTRO ACADÊMICO DE CIÊNCIAS SOCIAIS – (CACS)

APOIO: AP-Ler / App-Sindicato / Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Toledo / CAPA / Kula Webradio Universitária

Um comentário:

  1. Patricia - Filosofia/UEM26 de agosto de 2010 09:17

    Parabéns pela iniciativa, a discussão é extremamente oportuna ai em Toledo.

    ResponderExcluir